quinta-feira, 16 de julho de 2009

Há bocas cruéis, brincadeiras inusitadas, comentários que deviam ficar trancados para sempre na mente. Enfim, palavras que nunca deviam ver a luz do dia.
Coisas que arrepiam só de pensar que foram proferidas em determinado contexto.
Sim, gosto muito de vocês. Sim, gosto muito do meu trabalho. E sim, às vezes acabam comigo.

4 comentários:

Rajigar disse...

Não há nada pior do que bocas, especialmente em forma de piada. Não fazem sentido porque, primeiro não têm piada nenhuma,e segundo porque são indirectas demasiado directas. Espumo da boca quando começam com essas coisas e acabo sempre por responder para o torto ou na mesma moeda.

Pecansis disse...

Hoje vou passar o dia sem os óculos postos. Assim não consigo ver-lhe a cara. Tudo fica mais agradável.

Pecansis disse...

As bocas continuaram.

Irene disse...

Nesses casos eu acho que o melhor mesmo é ignorar porque as crianças fartam-se de jogar aos mesmos jogos.

DIREITOS DE IMAGENS

Todas as imagens neste blog são retiradas de outros sites e usadas apenas para fins recreativos.
Não é pertendido usar os direitos de autor de outros, por isso sempre que possível é referida a fonte.
Caso alguma imagem esteja contra este estatuto mande-me um e-mail.