quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Annie Leibovitz: What's next?

«Terminou às 23.59 de terça-feira o prazo para a fotógrafa Annie Leibovitz pagar a sua dívida no valor de 24 milhões de dólares (cerca de 16,6 milhões de euros) ao Art Capital Group.

E agora? O silêncio de ambas as partes marcou o dia de ontem.

A artista, uma das mais importantes e famosas fotógrafas da actualidade, contraiu em 2008 um empréstimo com o Art Capital Group, dando como garantia a hipoteca da casas em Manhattan, uma propriedade no estado de Nova Iorque e os direitos sobre todo o seu catálogo de imagens - até mesmo aquelas que iria produzir no futuro. Leibovitz precisou desse dinheiro para cobrir dívidas antigas, impostos em atraso e empréstimos contraídos à banca para aquisição das propriedades.

No entanto, ao longo do último ano, a fotógrafa não autorizou os avaliadores a visitarem as suas propriedades nem permitiu que o Art Capital Group vendesse qualquer das suas fotografias. Em Julho passado, a empresa acabou por processar a fotógrafa alegando quebra de contrato. O prazo para Leibovitz regularizar a situação terminaria esta semana.

Além das crescentes dificuldades financeiras, nos últimos anos, Annie Leibovitz enfrentou a morte de alguns familiares e da sua companheira, a escritora Susan Sontag. Com três filhos a seu cargo, a autora de imagens famosas - como as de John Lennon, horas antes de ser assassinado - e polémicas - como a que se vê aqui ao lado, de Demi Moore grávida, que foi publicada na capa da Vanity Fair - não soube gerir o seu valioso património e está agora numa situação complicada, arriscando-se a perder os direitos sobre as suas obras. Ou seja, a perder tudo o que tem. »
In Diário de Notícias

Esta é a minha fotógrafa preferida. Passei a comprar religiosamente a Vanity Fair para ver os seus trabalhos. No ano passado, fui a Londres propositadamente para ver a exposição na National Portrait Gallery. Comprei o livro, a colecção de postais e o DVD. Paguei o bilhete como qualquer comum mortal, não me fazendo valer da minha profissão.

Estamos a falar de alguém que fotografou John Lennon horas antes de ser assassinado, a Whoopi Goldberg numa banheira cheia de leite, um Chris Rock com a cara pintada de branco, e por aí fora.

Estamos a falar de fotografias que mais parecem pinturas.

E agora, o que será de Annie Leibovitz? Vai abrir-se num vazio no universo da fotografia?

Um comentário:

maria papoila disse...

partilho da tua revolta. a annie leibovitz é uma das melhores fotógrafas, senão a melhor, da actualidade.

DIREITOS DE IMAGENS

Todas as imagens neste blog são retiradas de outros sites e usadas apenas para fins recreativos.
Não é pertendido usar os direitos de autor de outros, por isso sempre que possível é referida a fonte.
Caso alguma imagem esteja contra este estatuto mande-me um e-mail.